fbpx
Entrevista com Especialista 4

Entrevista com Especialista | O que faz um biólogo?

Entrevista com Especialista

Seja bem-vindo a mais um Entrevista com Especialista  E no artigo de hoje, conversamos com a bióloga botânica, Lilian Stockler, que possui experiência em gestão de banco de dados. Ela explicou um pouco sobre o que faz um biólogo, qual é o seu campo de atuação e a relação do trabalho com o compliance ambiental. Boa leitura! 

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Lilian Stockler atua também com a elaboração de relatórios técnicos, levantamento florístico, fitossociológico e avaliação de estágio sucessional da vegetação, desenvolvimento de projetos na área ambiental e educacional.

O que faz um biólogo?

Para compreender melhor a profissão da Lilian, ela explicou o que realmente motivou seu interesse pela biologia: “Sempre tive interesse na natureza das coisas. O que me influenciou decisivamente a fazer Biologia foram as aulas no ensino médio de biologia, quando ficava boa parte do tempo pesquisando e lendo sobre curiosidades de animais e plantas, biodiversidade e preservação/conservação“.

Ela é fascinada em estar sempre imersa no universo de ecossistemas com seus fatores de sustentabilidade, e por isso continua investindo nos estudos da área.

Como o curso de Ciências Biológicas é estruturado?

A bióloga explica que o curso de Ciências Biológicas se divide entre licenciatura e bacharel, com duração média de quatro anos em ambas as modalidades.

O licenciado é capacitado como educador, podendo atuar como docente, em atividades educativas de ecoturismo, monitoria e curadoria de exposições científicas e na consultoria e produção de conteúdo especializado.

Já o bacharel é capacitado para a pesquisa, consultoria, elaboração e execução de projetos e atividades técnicas em diversas áreas regulamentadas pelo Ministério do Trabalho (MTE).

As disciplinas cursadas se fundamentam basicamente em:

  • Sistemática e diversidade biológica;
  • Anatomia;
  • Biologia celular;
  • Matemática;
  • Química e biofísica;
  • Bioestatística;
  • Biologia de criptogramas (introdução à taxonomia);
  • Biologia de fanerógamas (organização do corpo vegetal);
  • Botânica estrutural,
  • Fisiologia vegetal e animal, zoologias,
  • Ecologia de ecossistemas.

Lilian Stockler também pontua os principais pré-requisitos para ser um bom profissional nas diversas áreas da Ciências Biológicas, que se resumem em ser comunicativocurioso e se manter atualizado, pois a biologia é uma ciência que está em constante evolução.

E quando pensamos em biologia, ecossistema, meio ambiente, é comum ficarmos com dúvida em relação à nomenclaturas e definições (pelo menos eu fico, rs). Então pedi para que a nossa entrevistada explicasse a diferença básica entre biologia e ecologia:

  • Biologia (etimologia: “bios” = vida; “logos” = estudo) é o estudo da vida nas suas diferentes formas. O curso de Ciências Biológicas abrange estudos relacionados aos seres vivos, suas características estruturais e funcionais, as relações entre eles e com o meio ambiente, os processos e mecanismos que regem sua formação, desenvolvimento, reprodução e envelhecimento. Inclusive, no curso a Ecologia é tida como uma disciplina em que estuda-se a ecologia de ecossistemas, populações e comunidades;
  • Ecologia (etimologia: “oikos” = casa; “logos” = estudo) é o estudo das interações dos seres vivos entre si e destes com o ambiente. O curso de pós-graduação em Ecologia abrange estudos relacionados à avaliação e ao monitoramento da biodiversidade em todos os níveis de complexidade biológica, visando descrever padrões e compreender os processos geradores destes.

Consultoria ambiental

Qual é a importância de investir em uma consultoria biológica?

Lilian Stockler é bióloga botânica em uma empresa de consultoria ambiental que é responsável por garantir que as atividades e projetos de uma empresa contratante sejam realizados de acordo com a legislação ambiental vigente e atender as obrigações legais de todas as normas ambientais e, principalmente, a redução de danos ao meio ambiente.

Ela acredita que o profissional que atua como consultor ambiental, exerce papel fundamental para com a sociedade e ao meio ambiente, sendo de sua competência a elaboração e gerenciamento de análise de projetos e estudos relacionados a:

  • Auditoria;
  • Bioespeleologia;
  • Biomonitoramento;
  • Biorremediação;
  • Educação ambiental;
  • Gestão de recursos hídricos;
  • Inventário, manejo e produção de flora nativa e exótica,
  • Restauração e recuperação de áreas degradadas, etc.

Um biólogo não é um profissional que pode apenas coletar bichos e identificar plantas. Ele tem que ter em mente quais são as principais legislações vigentes – leis, resoluções e portarias – que regem a sua atuação.

Stockler cita, como exemplo, a Resolução CFBio 350/14, que dispõe sobre a atuação dos Biólogos em Licenciamento Ambiental.

A norma estabelece diretrizes que permitem que o profissional biólogo atue legalmente na elaboração, fiscalização, desenvolvimento e gerenciamento, auditoria, perícia, arbitragem, audiências públicas e outras atividades relativas à análise, elaboração e implementação de projetos e estudos relacionados ao Licenciamento Ambiental.

E para estar aliado eticamente para com a sociedade, o principal mecanismo das empresas é ter uma real consciência da importante do meio ambiente.

Quais foram ou são os maiores desafios enfrentados na sua área de atuação?

A partir da consciência de que nossas atitudes e comportamentos são fundamentais para manutenção do bem-estar social e ambiental, podemos desenvolver de forma efetiva mecanismos de proteção, preservação e sustentabilidade do planeta.

O maior desafio na atuação do biólogo, na atual realidade em que vivemos, se chamam ética e respeito à vida. Contribuir de forma efetiva, através de estudos e pesquisas, como mitigar a ação humana sobre o meio ambiente.

Conheça mais sobre o trabalho da Lilian Stockler em seu perfil no LinkedIn

Ius Natura © 2019. Todos os direitos reservados.