fbpx

Descubra tudo sobre o projeto de obras de Construção Civil

Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional (SSO)

Neste primeiro artigo da nossa série sobre Construção Civil, explicamos o que é o projeto de obras na construção civil e quais são suas implicações em uma obra.

A construção civil representa um dos setores mais importantes da economia brasileira.

Em 2020, é previsto um crescimento de 3% desse ramo.

A partir disso, um projeto de obras na construção civil é o documento base do processo produtivo da construção civil.

Nesse projeto, são tomadas as decisões do empreendimento.

Nele, são consideradas as demandas do usuário, as possibilidades financeiras, as exigências legais e a normalização vigente.

Sua importância é significativa para a execução de obra, desde a implantação da edificação no terreno, ao aproveitamento do espaço, atendimento às legislações pertinentes e as definições de materiais.

São os projetos que permitem aos técnicos prever problemas e antecipar soluções.

Nesse sentido, é importante explanar quais são as etapas de um projeto de construção civil.

Quais são as etapas de um projeto?

Cronograma

O cronograma de um projeto é uma forma de organização prévia para que a gestão de uma obra de construção civil seja realizada.

Essa etapa é importante para que sejam evitados imprevistos na construção civil.

Isso é feito por meio do controle do financeiro da obra e do setor de compras, por exemplo.

Um cronograma pode ser dividido nas seguintes partes:

  • Definição de atividades;
  • Sequenciamento das atividades;
  • Duração de cada ação listada;
  • Organização de dados para o cronograma.

Esta é uma divisão sugerida de um cronograma, que geralmente é utilizada pelos técnicos na área.

Esse cronograma será importante para que se realizem as outras etapas de um projeto de construção civil.

Projeto

Para que os projetos sejam criados, são necessários estudos prévios envolvendo as áreas de engenharia, arquitetura, área financeira, entre outras.

Os estudos contemplam fatores climáticos e as dificuldades encontradas no terreno, que pode apresentam um solo com declives, por exemplo.

É necessário, também, que se evidenciem os objetivos, as expectativas da obra, o orçamento e a equipe.

Durante o estudo do projeto, diversas soluções e alternativas de construção civil devem ser apresentadas.

ART – Anotação de Responsabilidade Técnica

A Anotação de Responsabilidade Técnica vincula o profissional ao projeto ou à execução.

É um instrumento que aponta o responsável técnico sobre as obras ou serviços prestados, disciplinado na Lei 6.496/77.

A ART visa assegurar que as atividades serão realizadas por um profissional habilitado.

Desse modo, define responsabilidades pelas orientações técnicas existentes no projeto.

Além disso, garante os direitos autorais do idealizador do projeto e estabelece responsabilidade e a remuneração dos profissionais envolvidos nas obras de construção civil.

Na Anotação de Responsabilidade Técnica da construção civil, geralmente um engenheiro ou arquiteto é o responsável.

Neste documento, são expostos os riscos e as possíveis consequências em caso de erros em obras e serviços.

A falta de ART pode resultar em multa ao profissional e possível embargo da obra ou serviço. 

Logística

Na etapa de logística, devem ser geridos os recursos, materiais, equipamentos e informações.

O plano logístico consiste na análise prévia e detalhada das variáveis de um empreendimento, como:

  • Localização;
  • Vias de acesso;
  • Volume de materiais e serviços;
  • Tipologia da obra;
  • Nível de especialização da mão de obra;
  • Grau de industrialização dos materiais e componentes.

Mão de obra

A mão de obra escolhida em um projeto deve ser cuidadosamente selecionada, de modo a obter expertise técnica para o planejamento e a execução da obra.

Sua seleção é importante para fatores como a produtividade e a qualidade da obra.

Assim, é essencial que haja profissionais qualificados para garantir os níveis de excelência, como engenheiros, arquitetos, técnicos de construção civil, serventes de obras, pedreiros, entre outros.

Segurança

No setor de construção civil, é de suma importância que sejam avaliadas as normas de saúde ocupacional e de segurança do trabalho.

Essa análise deve ser feita de modo a monitorar os riscos existentes no ramo e a zelar pelo bem-estar dos colaboradores vinculados ao projeto.

Nesse sentido, a prevenção de acidentes e o planejamento das atividades laborais são crucias para proteger a saúde desses trabalhadores.

A NR 4; sobre serviços especializados em Segurança e Medicina do Trabalho; a NR 18, que estabelece condições para o meio ambiente de trabalho na Indústria da Construção e a NR 35, que estabelece medidas para a proteção no trabalho em altura, devem ser observadas.

Essas normas são importantes diretrizes na indústria da construção civil, tendo em vista que o trabalho neste ramo é suscetível a acidentes e imprevistos.

Gestão de Estoques e Fornecedores

É importante que hajam estoques de equipamentos nas instalações de construção civil.

Isso para que não haja falta de recursos caso estes acabem e seja preciso de novos.

Dessa forma, os locais de armazenagem devem ser adequados aos diferentes tipos de estoques.

Tudo isso é crucial para manter o fluxo de trabalho.

Ou seja, para evitar perdas de recursos e reduzir custos com o deslocamento de materiais.

Quanto aos fornecedores, é importante que haja uma gestão de relacionamento que vá além da mera contratação de serviços.

Isso tendo em vista que os fornecedores são parte importante num projeto de construção civil e, por isso, devem ser pensados como parceria estratégica e fundamental para a melhoria de processo e ganho de benefícios para ambas as partes do contrato envolvido em uma obra.

Licenciamento da obra

É de suma importância a fase de licenciamentos das obras, que trazem permissões aos licenciados.

Estas estabelecem em suas condicionantes, os documentos que devem ser elaborados por meio de pesquisas técnicas e os cursos de orçamentos dos projetos.

Por fim, todas as etapas mencionadas são de grande importância para que haja o fluxo dos processos nos projetos de construção civil.

*Por Julianna Caldeira – Colaboradora da Ius Natura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ius Natura © 2019. Todos os direitos reservados.