fbpx
Conjuntura dos Recursos Hidricos

ANA atualiza o relatório Conjuntura dos Recursos hídricos no Brasil 2018

Meio Ambiente

A Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou no dia 19 de dezembro de 2018, o relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil – Informe 2018 que completa 10 anos de edição. Neste artigo, vamos trazer os principais temas abordados no documento e alguns dados importantes. 

O que é o relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil?

De acordo com a ANA, o relatório é um documento que analisa o acompanhamento anual dos recursos hídricos do Brasil, por meio de dados, estatísticas, pesquisas sobre a quantidade e a qualidade da água e a sua gestão no país.

Principais assuntos analisados

A versão de 2018 fomenta as ações de gestão e regulamentação dos diferentes usos da água para minimizar os impactos negativos das crises hídricas enfrentadas no Brasil nos últimos anos. Além disso, o documento é uma sólida fonte de dados reais e atuais que precisam ser informados à sociedade brasileira.

O relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos tem sido utilizado para ações governamentais, como o Sistema de Contas Econômicas Ambientais da Água.

Obs.: O Informe 2018 atualizou também algumas informações do relatório anterior, fazendo parte do ciclo iniciado com o Relatório Pleno 2017.

Um dado alarmante que o relatório chama a atenção é que em 2017, um total de três milhões de brasileiros foram afetados por inundações e quase 38 milhões foram atingidos por secas – 80% delas no Nordeste. E para solucionar essa dificuldade, a ANA iniciou 33 processos de alocação da água, 39 campanhas de fiscalização, cinco normativos regulamentando o uso de recursos hídricos.

Já sobre o uso da água no país, o estudo mostra que a demanda hídrica é crescente, com aumento estimado de 80% no total retirado nos últimos 20 anos, e a previsão é de que até 2030 a retirada aumente 24%.

O Relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos é considerado a maior referência para o acompanhamento periódico dos recursos hídricos no país, que teve sua primeira edição publicada em 2009. Em 10 anos, o documento procura realizar estudos científicos aprofundados para apresentar análises da situação da água e a sua gestão a cada ano.

Veja o relatório de 2018.

*Feito por Ingrid Stockler – Colaboradora da Ius Natura

Ius Natura © 2019. Todos os direitos reservados.