Substâncias controladas pelo Protocolo de Montreal no CTF do IBAMA

Meio Ambiente

Conheça quais são as substâncias controladas pelo Protocolo de Montreal e como sua empresa deve registrá-las no IBAMA.

O que é o Protocolo de Montreal?

O Protocolo de Montreal, surgiu na Convenção de Viena em 1985 e passou a ser aplicado em 1989 em 197 países com objetivo de proteger a camada de Ozônio através da eliminação da produção e do consumo das substâncias responsáveis por sua destruição.

O Brasil, sendo um dos 197 países signatários precisa adotar as medidas de proteção estabelecidas neste acordo internacional e cooperar para a preservação da camada de Ozônnio. Uma das formas de minimizar os danos à camada de Ozônio, é realizando o controle de determinadas substâncias.

No Brasil, os controles de substâncias, são, atualmente, realizados pelo IBAMA através do CTF. Para saber quais são essas substâncias e se você ou sua empresa precisam se atentar às medidas estabelecidas para cumprir o que decreta o Protocolo de Montreal, continue no nosso artigo.

Quais são as substâncias controladas?

Dentre a lista de substâncias controladas, temos o grupo de substâncias proibidas, aquelas que não podem circular de forma alguma, e as substâncias com restrições, que são as que devem seguir suas limitações para uso. Vejamos:

Substâncias controladas proibidas:

  • CFCs – Resolução Conama nº 267, de 14 de setembro de 2.000
  • CTC – Tetracloreto de carbono – Resolução Conama nº 267, de 14 de setembro de 2.000
  • Metilclorofórmio – Resolução Conama nº 267, de 14 de setembro de 2.000
  • HBFCs – Resolução Conama nº 267, de 14 de setembro de 2.000
  • Bromoclorometano – Resolução Conama nº 267, de 14 de setembro de 2.000

Substâncias controladas com restrição

  • Halons – Permitida apenas para Halon regenerado, com anuência prévia do Ibama, conforme Resolução Conama nº 267, de 14 de setembro de 2.000
  • Brometo de metila – Permitido exclusivamente para uso em tratamento fitossanitário com fins quarentenários, com anuência prévia do Ibama, conforme Instrução Normativa Conjunta nº 02, de 14 de dezembro de 2015.
  • HCFCs – Hidroclorofluorcarbonos – Permitida apenas para empresas que possuem cotas de importação, com anuência prévia do Ibama, conforme Instrução Normativa do IBAMA nº 04, de 14 de fevereiro de 2018.

Quem deve fazer o registro pelo uso de substâncias no CTF do IBAMA?

De acordo com informações fornecidas pelo próprio IBAMA, atendendo consulta apresentada pela Ius Natura, conforme anexo I da IN IBAMA 6/13, apenas quem efetivamente compra alguma substância controlada pelo Protocolo de Montreal deve registrar em seu CTF o uso da mesma.

Por exemplo: A empresa fictícia “Status” tem no seu escritório um ar-condicionado que utiliza o gás conhecido como R 22, mas a também fictícia “Filtrar” é quem faz a manutenção do referido gás e efetiva sua compra. A “Filtrar”, portanto, é quem deve se registrar no CTF como usuária de tais substâncias.

Pelo Protocolo de Montreal, a “Filtrar”, sendo usuária de produto controlado, deve enviar ao IBAMA, anualmente, o Relatório Anual de Consumo de substâncias controladas, conforme disposto na IN IBAMA 37/04.

Exportação e Importação de SC.

Quando se fala de registro no CTF sobre substâncias controladas, é normal surgir dúvidas sobre a exportação e importação das mesmas. 

Exportação

A exportação pode ser realizada por qualquer pessoa jurídica que execute atividade onde há o uso de substâncias controladas. 

O processo de execução para exportação, inicia-se através de uma incrição no o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais (CTF/APP) na categoria de Comércio de produtos químicos e produtos perigosos – Protocolo de Montreal.

Importação

A solicitação para a autorização de importação de substância controlada, deve ser realizada através do Sistema de Comercio Exterior (Siscomex) onde será emitida a Licença de Importação (LI) ou pelo sistema ‘‘ Serviços Ibama” onde é realizada solicitação e controle das importações de substâncias controladas permitidas pelo Protocolo de Montreal.

Sua empresa precisa fazer armazenamento e uso dessas substâncias perigosas? Você já cadastrou os produtos no CTF? Fique atento à legislação e às permissões de uso. 

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários. Iremos te ajudar.

 

Ius Natura © 2022. Todos os direitos reservados.