proteção dos manguezais

26 de julho | Dia Mundial de Proteção aos Manguezais

Meio Ambiente

Hoje no dia mundial de proteção aos manguezais trazemos à tona todas as qualidades que fazem desse bioma tão fundamental para a nossa sobrevivência e para o equilíbrio da vida nos oceanos. Confira!

A origem dos manguezais

Formados há 5 mil anos, os manguezais são resultado da interação de espécies de mangue – vegetação do tipo halófita, isso é, que tem alta tolerância ao sal –  em zonas costeiras tropicais e subtropicais com os diversos organismos que habitam as áreas de menor profundidade. 

No Brasil, os mangues existem do Amapá até Santa Catarina! Isso é simplesmente todo o nosso litoral atlântico, com exceção do Rio Grande do Sul. 

O abandono dos manguezais

Por ser resultado da interação de espécies de mangue, os manguezais apresentam algumas características pouco atraentes para a população. O mau cheiro nos manguezais ocasiona o desprezo da sociedade e do poder público, levando-o a serem estigmatizados como locais propícios ao aparecimento de doenças tropicais.

No entando, atualmente, as grandes cidades costeiras brasileiras começam a voltar a sua atenção aos manguezais, em função de anos de abandono e aterramento dessas regiões. 

Mas vocês sabiam que sem os manguezais dificilmente teríamos a quantidade de espécies que temos nos nossos oceanos?

Os manguezais são fundamentais para o ciclo de nutrientes e para a reprodução de diversas espécies de crustáceos, peixes, aves e répteis, além de ser o local de desenvolvimento de espécies como golfinhos e manatis. 

No presente artigo iremos mergulhar fundo na importância dos manguezais e por que eles precisam ser preservados. Bora lá?! 

Os manguezais e o aquecimento global

Para a nossa tristeza, os manguezais são ecossistemas muito vulneráveis às ações humanas, fazendo com que boa parte de sua cobertura original seja hoje reduzida a poucas zonas costeiras. 

Considerando que os manguezais estão em áreas de deposição de sedimentos que vêm dos rios, muitos perecem devido ao uso de pesticidas, que são levados por suas águas.

Ademais, a pesca irresponsável e sem fiscalização também dizima populações de crustáceos que habitam os manguezais, colocando o ecossistema em desequilíbrio. 

Um relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) registrou que 67% dos manguezais do planeta já foram degradados pela ação humana e isso revela o terrível quadro em que nos encontramos. 

Por que os manguezais são importantes na luta contra as mudanças climáticas?

  • Absorção de CO²: estudos revelam que os manguezais são capazes de absorver mais CO² que as florestas, o que é uma excelente notícia para o nosso planeta. 
  • Impedem a erosão de águas costeiras: com o aumento do nível do mar e maior ocorrência de tempestades tropicais, os manguezais atuam como fixadores do solo, uma vez que suas raízes impedem que o solo seja erodido e lavado pelas águas torrenciais dos furacões;
  • Albergar biodiversidade: praticamente toda a cadeia alimentar dos oceanos está ligada aos manguezais, sendo eles os responsáveis por gerar um “serviço” às cadeias produtivas dos oceanos calculado em 1,6 bilhões de dólares ao ano
  • Redução de danos: os manguezais são uma solução baseada na natureza, sendo responsáveis por tornar o solo menos salgado, além de purificar a água e reduzir o calor absorvido da luz solar (efeito albedo); 

Leia também nosso artigo sobre o Dia Nacional da Mata Atlântica

Algumas espécies que coexistem nos manguezais são: 

Mamíferos:

  • Manati (gênero Trichechus); 
  • Golfinhos  (família Delphinidae); 

Aves: 

  • Guará vermelho (Eudocimus ruber); 
  • Trinta-réis-de-bico-amarelo (Sterna eurygnatha);
  • Colhereiro (Platalea ajaja)
  • Garça azul (Egretta caerulea); 

Répteis: 

  • Cobra cipó (Oxybelis aeneus)
  • Calango liso (Brasiliscincus heathi)
  • Iguana verde (Iguana iguana)

Crustáceos: 

  • Aratu vermelho (Goniopsis cruentata)
  • Guaiamu (Cardisoma guanhumi)
  • Uçá (Ucides cordatus)

Peixes: 

  • Tainha ou Parati (Mugil curema )
  • Robalo (Centropomus pectinatus)
  • Manuba (Anchovia clupeoides)

O mangue também é cultura!

Você já ouviu o som do Manguebeat? Esse movimento musical nascido no Recife no final da década de 1980 e início da década de 1990 é talvez o maior símbolo da cultura de massas cuja inspiração são os manguezais. 

O pessoal do Chico Science e Nação Zumbi, juntamente com Otto e Mundo Livre S/A foram os pioneiros desse movimento que uniu as batidas dos tambores de maracatu, com ritmos de hip hop e heavy metal

O movimento inspirou e ainda inspira dezenas de artistas e essas bandas ainda seguem ativas e produzindo trabalhos inspirados pela realidade dos países tropicais e seus ritmos. 

Conclusão

Como muitos de nossos ecossistemas, os manguezais estão em perigo por falta de celeridade em ações de cuidado com o meio ambiente.

A proteção dos nossos ecossistemas é fundamental para o futuro da humanidade. Dessa maneira, percebemos que pequenas ações realizadas por empresas e órgãos públicos, são capazes de auxiliar na recuperação dos ecossistemas devastados.


Podemos como cidadãos atuar investindo nossos recursos em empresas responsáveis, que tenham como missão a preservação dos ecossistemas costeiros. Portanto, prefira empresas com a certificação ISO 14001 e que tenham uma gestão ambiental responsável.

Leia também nosso artigo sobre a ISO 14001
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ius Natura © 2022. Todos os direitos reservados.